domingo, 25 de dezembro de 2016

Sevilha: onde ficar

Imagino que você ja deve ter lido um pouco sobre hospedagem em Sevilha. Não obstante, algumas dicas extras sobre a cidade são importantes. Sevilha é uma cidade de temperatura extremas, de -5°C a mais de 40°C, ou seja, o verão, com o seu pico em julho, é extremamente quente - se der, planeje a época para visitá-la.

Outros pontos a serem considerados são os dois grandes eventos da cidade, a Semana Santa e a Feria de Abril de Sevilla, pois são quando a cidade fica realmente lotada, e, naturalmente, os preços dos hotéis sobem bastante. Caso planeje visitar a cidade durante estes eventos, faça as suas reservas de hotel com antecedência para conseguir boas tarifas.

Onde ficar? 
Sevilha teve um período de domínio mouro de mais de 500 anos seguido com a volta dos cristãos e uma grande migração judia. Todo este período histórico marcou a cultura e costumes da região, e, em especial, a arquitetura, sendo o centro histórico o seu maior exemplo - onde temos ruas estreitas e casas juntas para uma proteção natural contra as altas temperaturas. Além de um design e decoração peculiares. 

Sendo assim, o Centro Histórico (Casco Antiguo) é a minha sugestão para você se hospedar, e mais especificamente no Barrio de Santa Cruz. Hotel Goya, neste bairro, foi o escolhido, ele está a poucos metros da Catedral, La Giralda e de fácil acesso, a pé, as demais atrações turísticas da cidade. Para completar, muitos bares,  restaurantes e cafés na região e, finalmente, muito próximo a um dos melhores lugares para se apreciar um ótimo espetáculo de Flamenco ( postagem em breve). Há muitos hotéis semelhantes na região, mas minha recomendação pelo o Goya, em particular, foi não só pela localização, qualidade e preço, mas também pelo excelente atendimento da recepção. 

Para maiores detalhes sobre o Hotel Goya, visite o site oficial . Fiz minha reserva pelo Booking.com, em março/16, por três noites, para um casal, paguei no total 165 euros, incluindo o imposto de 10% (IVA).



Hotel Goya - ruas apertadas,
entrada discreta




no fundo, a porta de entrada




área de estar para o elevador




quarto duplo



banheiro


Catedral e La Giralda são
muito perto



tem até uma expressão para
quando está muito quente

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Música nas ruas de Londres

Na realidade a música está em todos os lugares - metrô, ruas, pontes, praças, feiras, Londres respira música. São os músicos de rua (buskers). E o melhor, é de graça.