sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Dublin: onde comer

Há diversas opções de comidas e lugares para uma boa refeição em Dublin. A ideia deste post é apresentar lugares onde você poderá comer bem, por um preço em conta e, também, indicar lugares onde a comida/bebida é algo especial, fora do lugar comum.

Para se comer barato em Dublin, além das óbvias indicações das fast-food, há o Epicurean Food Hall que é um centro comercial, com uma pequena praça de alimentação, com diversas opções de restaurantes, que por um preço fixo, você come quanto quiser. Por exemplo, no restaurante grego Ramos o "open buffet - all you can eat", custa € 9.50. Há outros restaurantes, como asiático, italiano, turco, espanhol, mexicano e até um brasileiro.

O horário de atendimento é de segunda à sexta das 9:45 às 19 hs. Sábado e domingo das 11:30 às 19 hs. As quintas, sextas e sábado ele fecha às 22 hs. O endereço é Lower Liffey Street, visite o site para mais detalhes sobre este centro comercial e instruções de como chegar. 

A propósito, se for escolher um fast-food, pegue algo diferente, como o irlandês Supermac's, por exemplo.

Outra opção de restaurante é na região da Temple Bar. Lá na 24/25 Parliament Street você encontra o Ciao Bella Roma, um ótimo lugar para massas, carnes e pizzas. Média de preço, € 8.20. Visite a página deles no Yelp, em português, para maiores informações. 


Na mesma região, há o Zaytoon, um restaurante de cozinha persa - ele fica na 14/15 Parliament Street. Do meio-dia às 4 da madruga ele serve kebabs (cordeiro, frango, peixe e vegetariano) acompanhados de molhos especiais, salada e pão, por menos de 10 euros. 


Uma opção, premiada, para o café da manhã é o The Kingfisher, na 166/168 Parnell Street. Em Dublin muitos hotéis cobram à parte o café da manhã, e muitas vezes, preços exorbitantes, então, este café é uma das melhores opções da cidade - naturalmente se ele ficar perto de seu hotel. Clique no link e veja como chegar e o menu com preços atualizados.


Como ninguém é de ferro, uma visita ao The Stag's Head para um pint de Guinness na 1, Dame court irá lhe proporcionar uma viagem no tempo neste pub estilo vitoriano, que já funcionava como taverna em 1770.


Para finalizar, delicie-se na Queen of Tarts, pertinho do Zaytoon e do Ciao Bella Roma. Café da manhã, almoço, tortas e doces incríveis. Se estiver em dúvida no que pedir, comece pela apple crumbles (tipo uma torta de maçã) com as famosas maçãs irlandesas Bramley. Se tiver coragem, clique e veja o menu, mas eu não aceito nenhuma responsabilidade pelos quilinhos a mais que, por ventura, você venha ganhar.




 Epicurean Food Hall


 Ramos, restaurante grego, ao lado, o brasileiro

Supermac's

fast-food tipicamente irlandesa

 Ciao Bella Roma





Zaytoon, comida persa
até as 4 da madruga
















 os pratos na porta são premios da 
Queen of Tarts


na dúvida, comece com apple crumbles

Stag's Head - o seu lugar para o black stuff

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Dublin: Kilmainham Gaol

Na segunda-feira de Páscoa de 1916 sete irlandeses proclamaram a independência da Irlanda, que pertencia ao Reino Unido. Junto com aproximadamente 1400 revoltosos, eles invadiram alguns prédios públicos de Dublin. A sede dos Correios, General Post Office (GPO), na Sackville Street (hoje, O'Connell Street) tornou-se o quartel general dos revoltosos. Em uma semana o governo britânico, em resposta a este ato considerado de traição, matou e feriu mais de 2000 pessoas, a maioria civis. O GPO foi transformado em ruínas, a maioria dos líderes foi executada ou encarcerada na Kilmainham Gaol (prisão).

Você pode ver mais detalhes, em inglês, da 1916 Easter Rising nesta apresentação da National Library of Ireland.

A Kilmainham Gaol foi fechada nos anos 20 e reaberta como museu nos anos 60. Uma visita a ela é uma viagem ao passado da história da Irlanda, pois além do ambiente proporcionar a sensação de ter voltado no tempo, os guias são altamente qualificados com informações e detalhes sobre tudo que aconteceu neste período conturbado da Irlanda.

Para chegar lá pegue os ônibus, 79, 79A, 78A ou 51B na Aston Quay - descendo a O'Connell Street, cruze o rio Liffey, pela O'Connell Bridge a Aston Quay é a sua direita.

Como referência, para não errar o caminho, desça no próximo ponto após a Four Star Pizza a sua direita.

A entrada para adultos custa 6, para maiores informações sobre horários e demais detalhes, visite o site do Heritage Ireland.

General Post Office (GPO) - atualmente

não estou recomendando esta pizzaria,
ela apenas serviu como referência


enquanto você aguarda o seu grupo no tour guiado,
há esta exibição com muitas informações e objetos
da época


Exhibition, enquanto você aguarda a sua vez


 Gaol Chapel - nesta capela um dos revoltosos,
 Plunkett, casou na véspera de sua execução e
teve 10 minutos com a sua mulher antes de ser
 executado a tiros

West Wing - a paredes são de arenito o que as torna
muito úmidas. Os prisioneiros tinham apenas
uma hora de luz de vela por noite.

East Wing - a idéia era criar um layout 
panotical (é um tipo de construção, idealizado
pelo filósofo inglês Bentham no qual os
prisioneiros eram observados sem
saber se estavam sendo vistos ou não)

outra vista da East Wing

local de execução dos revoltosos